D. Pedro II é tema de trabalho de escola de Recife

No começo de 2008, a EREM Cícero Dias (Recife, Pe) tinha um desafio a enfrentar: incentivar o estudo da História do Brasil a partir do uso de tecnologias da comunicação. A resposta – que levou a um projeto escolar bem sucedido – foi encontrada pelo corpo docente. Inspirados nos pressupostos da interdisciplinaridade, eles investiram nas Oficinas de Arte – vídeo e teatro. Estavam convencidos de que, ao fazer um produto de comunicação, o aluno tem mais oportunidades de entender o passado, perceber as relações com o presente e ainda liberar a criatividade, aprendendo a trabalhar em equipe.  “As Oficinas de Arte estão ganhando nova forma para abrigar projetos, que ampliam a produção criativa dos educandos, a profissionalização dos educadores e o compromisso entre ambos. Para que a escola possa viver a experiência de uma educação interdisciplinar e interdimensional, a discussão sobre o caráter democrático do aprendizado está sendo fortalecida”, explica Silvana Delácio, professora da escola e uma das coordenadoras das oficinas. 

História, arte e tecnologia

As oficinas de arte da Cícero Dias estão vinculadas, neste ano, ao conteúdo de História do Brasil. Partindo do tema da chegada da Família Real, ocorrida há 200 anos, os estudos passam pela constituição do Império e focalizam, mais adiante, a figura de D. Pedro II e sua política de governo. Nas atividades práticas, as turmas se distribuíram nas oficinas em dois tipos de atividades: a produção audiovisual e a produção teatral. Nas oficinas teatrais, os alunos têm oportunidade de trabalhar o aprimoramento da expressão oral. No palco e antes dele, os alunos têm a possibilidade de desenvolver a criatividade, que é hoje uma das demandas do mercado de trabalho.  

Nas oficinas de audiovisual, um dos objetivos é a educação do olhar. Eles estão produzindo um vídeo-documentário, também em torno da vinda da Família Real, e culminando com o governo de D. Pedro II.  Retratando um período de mudanças e transformações sociais, econômicas e culturais, os estudantes aprendem a produzir imagens, em gravações externas e internas, entrevistas e organizando vídeo-conferências.  Um dos momentos mais ricos da atividade foi a investigação do perfil político e humano de Pedro II. A vocação agro-exportadora do personagem, assim como o caráter globalizado, moderno e incentivador das ciências, das artes e das humanidades, ressaltam a diversidade e abrangência da vida, sensibilizando corações para uma melhor percepção do processo histórico.  O produto das oficinas será compartilhado com toda a escola, o que ampliará seu alcance. Além das cenas de dramaturgia, será produzidos vídeos de dez minutos com base nas pesquisas de conteúdo.

Oficina de vídeo: aprendizado em equipe 

Oficina de vídeo: aprendizado em equipe 

 Entrevista - Historiador Hildo Rosas

 Entrevista: historiador Hildo Rosas

Hildo Rosas: historiador do arquivo estadual  

Hildo Rosas: historiador do arquivo nacional            

Marcília Gama: historiadora do arquivo estadual 

Marcília Gama: historiadora do arquivo nacional 

Documento original 

Documento original

VÍDEO DOCUMENTÁRIO D. PEDRO II – UM CARA DE PRIMEIRA

Saiba mais com Valéria Pereira Fagundes na seção Conversa com…