(21) 2220-3300
New here? Register. ×

De boa com a Páscoa

2 comentários
08mar

Texto do Movimento Infância Livre do Consumismo – MILC

Depois de três anos fazendo críticas contundentes à maneira como a páscoa foi apropriada pelo mercado, agora em 2016, as mães (e pais) do Movimento Infância Livre do Consumismo (Milc) resolveram retomar o que é nosso por direito.

Para cada família, a páscoa tem um significado especial. Para os cristãos é um momento de comemoração pela ressurreição de Jesus Cristo. No hemisfério norte ainda existem os que comemoram o fim do inverno e celebram o ciclo de fertilidade e abundância por vir.  Os chineses costumavam presentear os amigos com ovos na chegada da sua primavera para simbolizar a renovação da vida. Antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther – em inglês, Easter quer dizer Páscoa. A palavra “páscoa” – do hebreu “peschad”, em grego “paskha” e latim “pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio de primavera (ou vernal), que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março e, no sul, em 22 ou 23 de setembro.” Para outros é apenas um feriado sem grandes significados sagrados.

Mas uma coisa existe em comum para boa parte dos brasileiros: a páscoa é uma oportunidade de estar em famílias ou junto dos amigos. Uma pausa entre os dias de trabalho para estar com quem se gosta comemorando a vida, no mínimo. E é também o momento de ver as crianças sendo assediadas por fabricantes de chocolate nos intervalos do desenho ou nos corredores dos mercados, um assédio mercadológico com potencial para causar um estresse familiar enorme em torno de um ovo de páscoa comemorativo.

E por que deixamos a Páscoa ser reduzida a apenas um ovo de chocolate ruim, provavelmente produzido com trabalho infantil e/ou escravo, embalado em plástico barato sempre vindo com um brinde duvidoso? E por que deixamos de permitir que nossos filhos desfrutem de uma páscoa rica em simbolismos e valores (religiosos ou não) reduzindo tudo ao consumo?

O Milc propõe que nesta páscoa a resgatemos o que é nosso e dos nossos filhos por direito e possamos viver uma páscoa que deixe marcas mais significativas que brindes baratos no fundo do baú:

– faça junto com as crianças os ovos ou outros docinhos achocolatados que consumirão e que darão de lembrança: escolha um chocolate de boa qualidade e divirta-se derretendo a confeccionando os ovinhos de páscoa. Pode ser um cupcake, brigadeiro, brownie ou o uma receita que faça sentido para a sua família, talvez aquele doce que só sua avó sabia fazer;

– se existe a tradição da caça aos ovos, reserve um tempo para fazer você mesma ovos e lembranças que farão parte da surpresa;

– se vocês não tem tempo, talento ou vontade de colocar a mão na massa, experimente comprar ovos ou docinhos de chocolateiras e doceiras da sua cidade: comprar de quem faz tem inúmeras vantagens para a economia local sem falar nos benefícios de um doce exclusivo e feito com amor.

Passaremos este mês divulgando receitas, tutoriais de lembrancinhas, ideias para brincadeiras no dia da páscoa e as chocolateiras que se cadastrarem ou forem indicadas neste formulário

2 thoughts on “De boa com a Páscoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.