(21) 2220-3300
New here? Register. ×

A fábula da vó Ita

1 comentário
Publicado em Destaques, Matérias
12maio

Uma menina negra chega em casa com um desenho em que todos os colegas de escola riem dela. Um dos motivos para o bullying é o cabelo afro. A cena, que poderia ser tirada do cotidiano de qualquer estudante brasileiro, aparece no curta Fábula de Vó Ita. Dirigido por Joyce Prado e Tallita Oshiro Meireles, o filme traz para debate o racismo na infância e o empoderamento da mulher negra.

Livre para todas as idades, o curta narra a história de Vó Ita, que percebe que sua neta enfrenta problemas de preconceito na escola. A avó, então, usa sua sensibilidade e experiência para mostrar à menina, por meio da magia da fábula, que não há nada de errado em ser diferente e que existem infinitas formas de beleza. O filme teve a sua primeira exibição pública na Mostra Edital Carmen Santos – Cinema de Mulheres e Filmes Convidados, que aconteceu em abril deste ano, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília.

A diretora e roteirista Tallita Oshiro Meireles conta que a personagem Vó Ita foi inspirada em suas duas avós e que um dos principais objetivos do curta foi tratar o preconceito de forma lúdica. “Por isso pensei em escrever como um conto de fadas”, diz.

Joyce Prado foi uma das responsáveis por selecionar a atriz que interpretaria a menina negra. “Entrevistei cerca de 30 crianças e percebi que 90% delas não tinham nenhuma referência de protagonista negro, e todas tinham tido problema com algum tipo de racismo”, conta.

A própria diretora conta que passou por situações semelhantes à da protagonista do curta quando era criança. “Era a única negra no ensino fundamental, fui chamada de macaca e percebi, com a idade, como o tratamento (entre brancos e negros) é diferente”, lamenta Joyce.

O curta recebeu apoio dos internautas por meio do site Catarse. Veja o trailer de divulgação:

Um comentário sobre... “A fábula da vó Ita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.