(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Audiovisual: preservação

seja o primeiro a comentar
Publicado em Destaques, Matérias
10out

Áudios e vídeos em seus diversos formatos contam a história dos últimos quase dois séculos em todo o mundo. No entanto, a salvaguarda e a preservação desses materiais ainda são um desafio. Com o objetivo de contribuir para o debate sobre a melhor forma de preservar arquivos audiovisuais e consequentemente promover o acesso a esses materiais, o Programa Memória do Mundo da Unesco acaba de publicar o livro Arquivística audiovisual: filosofia e princípios. A versão em português da publicação foi lançada durante o I Seminário O Programa Memória do Mundo da Unesco e o Patrimônio Documental Brasileiro, que aconteceu na Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG), nos dias 3 e 4 de outubro.

Acesse o livro na íntegra

O coordenador de Comunicação e Informação da Unesco no Brasil, Adauto Soares, acredita que “a tradução do livro, Arquivística audiovisual: filosofia e princípios, irá fornecer aos países lusófonos, um guia de boas práticas sobre preservação audiovisual que traz experiências de instituições que detém arquivos de áudio e vídeo em todo o mundo, em busca de formas eficazes de arquivar e fornecer acesso a esses documentos”.

Para o autor do livro, Ray Edmondson, que esteve presente no Seminário, a preservação e o futuro acesso dos diversos formatos de arquivos audiovisuais irão ajudar a contar nossa história. Por isso, a arquivística audiovisual é tão importante.  Para ele a preservação deve ter o objetivo de garantir o acesso futuro aos documentos. Edmondson explica que o assunto ainda está em evolução e que a publicação “documenta como está a situação, mais do que inventa ou impõe teorias ou construções por analogia com outras profissões de memória. Procura ser mais descritivo do que prescritivo”.

A arquivística audiovisual é uma área amplamente reconhecida entre as instituições de memória, indústrias e universidades, e apresenta uma gama de políticas de governança para o desenvolvimento de coleções, sua preservação e acesso a elas. Entretanto, o volume crescente de documentos audiovisuais e a rápida obsolescência das tecnologias utilizadas para criá-los são fatores que impõem desafios imensos para os arquivos e os arquivistas de coleções audiovisuais. Esta publicação trata desses desafios e examina as questões levantadas pela migração de imagens e sons do analógico para o digital, além de conceitos mais amplos de preservação e acesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *