(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Educação ambiental: componente curricular

seja o primeiro a comentar
Publicado em Destaques, Meio Ambiente
04jun

Mais de 80 ministros e vice-ministros, bem como 2,8 mil atores envolvidos com a educação e o meio ambiente, se comprometeram a tomar medidas concretas para transformar a aprendizagem para a sobrevivência de nosso planeta, ao adotar a Declaração de Berlim sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) no final de uma Conferência Mundial virtual realizada no final de maio.

A Conferência, acompanhada online por mais de 10 mil espectadores, foi organizada pela UNESCO em cooperação com o Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha e, como parceiro consultivo, a Comissão Nacional da Alemanha para a Unesco. A instituição fez um pedido para que a EDS seja um componente central de todos os sistemas educacionais, em todos os níveis, até 2025.

O lançamento de uma nova publicação da Unesco, que analisou em detalhes os planos e os currículos de educação de 50 países, fundamentou os debates do evento. Em sua análise, a Unesco descobriu que mais da metade desses planos e currículos não fazem qualquer referência à mudança climática, e apenas 19% deles tratam sobre biodiversidade.

A Declaração de Berlim sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável descreve uma série de políticas para transformar a aprendizagem, abrangendo ensino, aprendizagem, treinamento profissional e engajamento cívico. Também destaca a necessidade de implementar a EDS com foco em habilidades cognitivas, aprendizagem social e emocional, habilidades de colaboração, resolução de problemas e construção de resiliência.

Foto – Creative Commons, by Ground.zero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *