(21) 2220-3300
New here? Register. ×

O começo da vida

seja o primeiro a comentar
03nov

Por Fernando Lauterjung

Lançado no meio do ano em salas de cinema e na plataforma Videocamp, o documentário “O Começo da Vida”, da Maria Farinha, ganha uma versão seriada, lançada nesta terça, 1º, no Netflix e na Videocamp. Dirigido por Estela Renner, o filme aborda a importância das relações nos primeiros anos de vida de uma criança e como o afeto e o vínculo são fundamentais para seu desenvolvimento. Gravado no Brasil e em mais oito países, o filme reúne entrevistas de especialistas e famílias de diferentes culturas e classes sociais, para mostrar que os bebês se desenvolvem não apenas a partir de seu DNA, mas da combinação entre sua carga genética e as relações com aqueles que os rodeiam.

Segundo Estela Renner – que prepara o roteiro de um longa de ficção que aborda as mudanças climáticas – a realização da série estava planejada desde a criação do projeto. “O filme tem 1h30, mas temos 400 horas de material. Quando fizemos o ‘Muito Além do Peso’, também terminamos com muito material, mas não estávamos organizados para a produção de uma série. Desta vez, nos planejamos”, explica. A série conta com seis episódios de 45 minutos, que tratam de forma mais aprofundada os temas abordados no documentário, contando, inclusive, com mais personagens. Segundo Estela, a Netflix comprou o projeto a partir de uma versão já montada do longa, incluindo os direitos para a série. Além disso, a série está negociada para o canal GNT, que deve exibi-la em 2017.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *