(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Para ver e refletir

seja o primeiro a comentar
04ago

Com  entrada franca, começa no dia 5 de agosto, no CCBB-Rio, a 7a edição do Festival Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência. De acordo com a organização, o grande tema que norteia a maior parte dos filmes selecionados é a autonomia, a possibilidade de uma vida com independência. Este assunto surge como o grande objetivo, desejo e sonho. As obras que serão exibidas trazem um repertório de experiências, dificuldades e conquistas neste sentido.

Serão exibidos 33 filmes de 20 países. Foram inscritos 155 filmes de 36 nacionalidades. O Brasil se destaca com sete filmes selecionados, com filmes do sul, sudeste, centro-oeste e nordeste, numa demonstração de que a reflexão sobre o tema tem merecido cada vez mais atenção da sociedade.

Acesse o site do festival

O Assim Vivemos é o  primeiro festival de cinema no Brasil a oferecer acessibilidade para pessoas com deficiência visual (audiodescrição em todas as sessões e catálogos em Braile) e para pessoas com deficiência auditiva (legendas Closed Caption nos filmes e interpretação em LIBRAS nos debates). Quanto à acessibilidade física, o Centro Cultural Banco do Brasil tem sua arquitetura concebida para garantir o acesso de pessoas com mobilidade reduzida e cadeirantes.

Veja alguns dos filmes brasileiros selecionados:

E agora José, Maria e João?
Diretor: Marcio Takata
Brasil / 2014

O documentário “ E Agora José, Maria, João… ” reflete sobre as perspectivas de futuro independente de adultos com deficiência intelectual, sob a ótica do tema Moradia Assistida.A partir da positiva experiência das residências já consolidada na Holanda, traça-se um paralelo entre temores, sonhos e desejos daqueles que, no Brasil, sonham com a mesma oportunidade. O documentário será importante ferramenta para o debate, em busca do avanço sustentável na criação de espaços, em caráter público e privado, que ofereça no Brasil, vida adulta autônoma, segura e digna a essas pessoas.

Marcelo
Diretor: Jéssica Lopes
Brasil / 2013

Por meio da mistura de sons e o silêncio, você conhecerá o universo sonoro de Marcelo – uma criança em fase de adaptação ao implante coclear.


A onda traz, o vento leva

Diretor: Gabriel Mascaro
Brasil / 2012

Rodrigo é surdo e trabalha numa equipadora instalando som em carros. O filme é uma jornada sensorial sobre um cotidiano marcado por ruídos, vibrações, incomunicabilidade, ambigüidade e dúvidas.


Marina não vai à praia

Diretor: Cássio Pereira dos Santos
Brasil / 2014

Um grupo de adolescentes do interior de Minas Gerais prepara uma excursão para o litoral. Marina, uma garota com síndrome de Down, deseja conhecer o mar. Impedida de viajar com sua irmã, ela busca outros caminhos para realizar seu sonho.


Outro olhar

Diretor: Renata Sette
Brasil / 2014

Na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, a adolescente Renata Basso leva uma vida normal. Renata, assim como milhares de jovens brasileiros em idade escolar, é portadora de Síndrome de Down. O filme mostra como a atitude das pessoas à sua volta, incluindo a postura institucional da sua escola, influenciou a relação dela com o seu meio e a sua comunidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.