(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Livro aborda empreendedorismo em narrativa para crianças e adultos

seja o primeiro a comentar
30nov

“Teresa, a vaca que voa”, uma fábula sobre perseverança e resiliência. Leia entrevista com o autor

Escrito por Alfredo Behrens e ilustrado por Diego Ingold, o livro Teresa, a vaca que voa é uma fábula que ensina crianças e adultos que, para darem asas à curiosidade, à perseverança e à resiliência na realização dos seus anseios, devem ouvir os conselhos, mesmo dos menos poderosos.

A narrativa recria a estrutura da mitológica jornada dos heróis fazendo referência à força dos empreendedores. Publicado pela editora Edições Esgotadas Porto neste ano, em Portugal, o título conquistou primeiro lugar, na categoria infantojuvenil, no ILBA, Califórnia (2018). Assista ao vídeo com a sinopse!

Na história, Teresa é mãe e enquanto pasta em terras secas sonha com um mundo melhor para seu bezerrinho João Francisco. O pardal Twitter convencerá Teresa a aprender a voar para chegar ao Mall de Washington, D.C., onde Teresa e João Francisco poderão pastar à vontade e em segurança. Os pardais herdaram dos grandes navegantes portugueses a noção de que para chegar às Américas é preferível avançar na direção Sul para surfar nos ventos alísios.

Capa de “Teresa, a vaca que voa”, publicado neste ano

Assim orientam a vaca Teresa que enfrentará muitos desafios, inclusive furacões, mas realizará seu sonho, evitando voar contra o vento! A obra é uma fábula para crianças e também para adultos. A vida da Teresa no Alentejo até que não é ruim, mas deve ter coisa melhor, inclusive grama mais verde e húmida para alimentar melhor o bezerrinho dela.

Logo no início da narrativa, o pardal Twitter sopra no ouvido da vaca que tem mais e melhor sim, em Washington, capital dos Estados Unidos. Mas que para chegar lá a Teresa deverá aprender a voar porque fica longe, na direção onde o Sol se põe. Assim foi lançado o desafio: se queres melhorar terás de acreditar que é possível vencer obstáculos, mesmo que insólitos.

Dar ouvidos a quem sabe, mesmo não sendo poderoso, como os pardais, talvez seja o principal desafio. Mas, a vaca Teresa acredita e tentará, isso faz dela uma vaca empreendedora. Esta é uma outra leitura da história da vaca. Para empreender a vaca terá de aprender a voar. Os pardais ensinarão a ela, como os pais ensinam às crianças a andar de bicicleta: nas descidas macias, e com rodinhas auxiliares. Assim é que a vaca será orientada pelos pardais a descer correndo por uma ladeira, com lenços amarrados nas patas a cada lado!

Mas, não se trata apenas de aprender a voar, que já é difícil para uma vaca; agora ela terá de apreender a navegar enquanto voa! Os pardais são herdeiros dos grandes navegantes portugueses e orientam Teresa a não voar diretamente a Washington, para evitar voar contra o vento. Assim é que a vaca decola na direção Sul e durante as noites se orientará pela constelação do Cruzeiro do Sul e pela estrela Polar, e pelo Sol durante os dias.

Naturalmente que os desafios serão muitos. A vaca enfrentará furacões, e será descoberta pelos radares da defesa aérea norte americana, que despachará caças para entender o que era que se aproximava de Washington! O que acontecerá com a Teresa e o seu bezerrinho?

Para entender melhor o processo de criação do livro, conversamos com Alfredo Behrens, autor da obra e professor na IME, escola de negócios da Universidade de Salamanca, na Espanha.

Leia entrevista com Alfredo Behrens, autor do livro:

Revistapontocom – O que inspirou você a escrever o livro?

Alfredo Behrens – escrevi o livro “A vaca Teresa” a partir de um conto oral que fiz para as minhas filhas quando tive que viajar do Panamá para Washington, nos Estados Unidos, quando então trabalhava no Banco Mundial há cerca de 30 anos.

A ideia era dar um olhar de otimismo sobre a distância e as superações envolvidas com a vida profissional, algo como ressaltar a grama verde do vizinho ou, ainda, a face positiva das mudanças.

Revistapontocom – Qual o foco principal da narrativa? Do que o livro trata?

Alfredo Behrens – a narrativa conta a história de uma vaca que aprende a voar com os pardais e aterrissa em Washington, trazendo para a literatura uma aventura cercada de desafios que tem o empreendedorismo como eixo principal.

Sempre temos que procurar um mundo melhor para nós e para os nossos filhos. E essa ideia de que um mundo melhor pode ser encontrado em outro lugar nem sempre é tão verdadeira. Às vezes, o voo tem que ser interior.

Em momentos atuais, como a situação de pandemia que vivemos hoje, não tem na verdade um mundo melhor porque a ameaça do vírus está em todos os lugares. Mas a ideia de que é preciso fazer um esforço para chegar em um lugar mais atraente; isso sim é relevante.

Revistapontocom – Qual o desafio de escrever um livro para crianças e adultos?

Alfredo Behrens – o livro traz para uma criança que vai crescer e pensa o que vai ser da sua vida uma mensagem de superação.

O título é indicado a crianças a partir de 7 anos e também para a leitura de jovens e adultos, pois a obra é, sobretudo, uma história de perseverança e resiliência.

Serviço
Livro: Teresa, a vaca que voa.
Autor e ilustrador: escrito por Alfredo Behrens e ilustrado por Diego Ingold
Informações e links para compra:
Para adquirir uma cópia autografada, clique aqui.
Para comprar diretamente da editora, acesse.
Clique aqui para comprar nas livrarias Bertrand e na FNAC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *