(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Pesquisa em games: incrições até 31 deste mês

seja o primeiro a comentar
07jul

Quem acha que jogo eletrônico se resume à diversão e entretenimento não conhece o trabalho que vem sendo desenvolvido há dez anos pelo SBGames, principal evento de pesquisa e desenvolvimento de jogos e entretenimento digital da América Latina. Este ano, o encontro será realizado na Bahia, entre os dias 7 e 9 de novembro. Como de praxe, haverá palestras, apresentação de papers/projetos, festival de jogos e uma mostra de arte.

Lynn Alves, coordenadora-geral do evento, avisa que a convocatória para a apresentação de trabalhos será encerrada no dia 31 deste mês. Há três áreas de interesse: artes e design, computação e cultura. Poderão ser inscritos papers ou short papers.

De acordo com a convocatória, papers são trabalhos que se referem aos resultados de investigações que apresentam um amadurecimento e/ou avanço nos temas relacionados com a lista de interesse de cada uma das áreas. Podem ser escritos em Língua Portuguesa ou em Inglês, devendo ter um mínimo de oito páginas e um máximo de dez, excetuando-se as referências e os anexos.

Já os short papers são pequenos artigos que devem mostrar os resultados iniciais de investigações. Os short papers não precisam apresentar resultados consolidados, mas é fundamental que sejam mostrados os resultados esperados e o método utilizado. Assim, embora o short paper possa mostrar um trabalho em fase inicial, já deve estar encaminhado, não sendo suficiente para aceitação do trabalho a mera apresentação de uma ideia. Os trabalhos podem ser escritos em Língua Portuguesa ou em Inglês e são limitados a quatro páginas.

O principal foco da área de artes e design é o design de jogos e outras formas de entretenimento digital. Métodos e processos de design, narrativa, imersão, interatividade, jogabilidade, scripts, modelagem 3D, animação, efeitos especiais, interfaces, áudio, design de personagens são alguns dos temas contemplados por essa trilha.

Na área de cultura, poderão ser inscritos trabalhos que envolvam games e arte, corpo, crítica, educação, emoção, filosofia, gênero, juventude, linguagem, mídia, motivação, narrativas, política, psicologia, publicidade, religião, saúde, sociabilidade, trabalho e violência.

Já a área de computação engloba os tópicos de acessibilidade, agentes emocionais, animação por computador, arquiteturas, motores de jogos e design patterns, áudio Interativo e 3D, computação afetiva, computação gráfica, computação móvel, convergência de áreas no desenvolvimento de jogos, expressões faciais, física realista, hardware dedicado, inteligência artificial, interação humano-computador, jogos educacionais, jogos massivos multi-Jogador, jogos pervasivos e crossmedia, jogos sérios, modelagem física, modelagem procedural, modelos e infra-estrutura para jogos em rede, narrativa interativa, programação para consoles, processos de desenvolvimento e ferramentas, processamento paralelo CPU-GPU, realidade aumentada, realidade virtual, sensores e interfaces para hardware, simulação de multidões, técnicas de áudio em jogos, técnicas de Câmera, técnicas de programação para jogos, TV digital interativa.

Clique aqui para mais informações no site do evento 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *