(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Sinal verde para um novo caminho

3 comentários
25nov

Ao centro, a menina Cristiele. Foto de Edson Frankowiak

Caminhão de sonhos é o título do poema de Cristiele Noronha, de 12 anos, que ficou em primeiro lugar (categoria poesia) no IX Prêmio Denatran de Educação no Trânsito, que tem o objetivo de promover a conscientização das crianças e jovens de todo o país sobre o tema. No próximo dia 26, a menina, de Barra Velha, Santa Catarina, estará em Brasília para receber o prêmio de R$ 5 mil.

Confira a poesia premiada:

Caminhão de sonhos
Cristieli Noronha

 
Sonhei que era um caminhão
Que transportava educação
Sempre estacionava direito
E nunca entrava na contramão
 
A buzina era de utilidade
E não sinal de vaidade
Eu sempre respeitava os pedestres
E os limites de velocidade
 
Ia seguindo meu caminho
Com cargas para entregar
Meu combustível é o carinho
Que distribuo sem parar
 
O nome da transportadora
Se chamava felicidade
E cada vez que eu abastecia
Tornava melhor a cidade
 
O trânsito não era problema
Pois todos seguiam as leis
E quem as desrespeitava
Ia pra autoescola outra vez
 
Sei que um sonho se acaba
E em caminhão não vou me transformar
Mas já sei que de carona
As regras do trânsito eu posso levar.

3 thoughts on “Sinal verde para um novo caminho

  1. Parabéns! Você com sutileza e coração soube demonstrar por meio de lindas palavras o quanto é importante valorizarmos a vida daqueles que estão na direção quanto aqueles que possam ser vítimas da irresponsabilidade dos mesmos! A sua sensibilidade e demonstração com muita clareza da responsabilidade de quem dirige é sem dúvida fundamental para que se entenda que precisamos de muito pouco para evitarmos tragédias no trânsito. Mais uma vez parabéns!!!!!
    Professor de ciências
    Marcus Lima

  2. É bom, ver que existe muita gente competente, para fazer a diferença, num futuro próximo. Parabéns, Cristieli, por ter conseguido expor com palavras simples, grandiosa mensagem, com tamanha sensibilidade. Sensibilidade esta, que espero que o imposto de renda, tenha com você, ao lhe transferir o prêmio que foi estipulado, neste concurso. Fica a pergunta para vocês que farão a diferença, alguns anos a frente. Renda seria tudo que acumulamos de bens e valores? Então por que exceções na hora da declaração, para ALGUNS privilegiados? Cristieli, conto com você, para que a idéia de um compromisso democrático, não fique apenas em sua bela poesia. “Que não seja APENAS sonho: Direito e deveres, comuns para todos!”
    Mil beijinhos.

  3. Parabéns, Cristieli! Sua poesia está regada de valores e só quem fala com o coração pode ententer o seu recado. Desejo-lhe muitas felicidades, sucesso em seu caminho e que esta etapa vitoriosa seja só o começo para outras belas conquistas que vc terá em sua vida. Sinto que seu futuro já está sendo brilhante. Estou torcendo muito por você. E desejo,se for possível, que me dê notícias suas. Sou professora de Língua Portuguesa e fico muito feliz quando vejo notícias assim e pessoas como você fazendo a diferença. E corra sempre atrás de seus SONHOS.Você alcançará o que deseja com determinação, vontade e atitude.
    Um grande beijo e um abraço bem apertado.
    Maria do Carmo Procaci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *