(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Escola resgata o lugar do livro na vida do jovem

1 comentário
30maio

Favorecer e incentivar a leitura de diferentes formas é uma preocupação constante da professora Ana Graziela Cabral, em sua prática docente. Formada em letras, com habilitação em Português e Inglês, ela atua há quatro anos no magistério, sempre criando diferentes estratégias para estimular o gosto pela leitura entre os estudantes. Alguns de seus projetos acabam de ser publicados no Portal do Professor, do Ministério da Educação, para serem utilizados por todos os interessados.

“Procuro sempre trabalhar diferentes gêneros e tipos textuais, partindo do texto, do livro, mostrando-o como suporte para a criação de novas realidades, novos mundos”, explica Ana Graziela, que atualmente dá aulas de Português no 4º ano do Ensino Fundamental do Centro Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte.

Segundo ela, o projeto que deu melhores resultados foi O livro que marcou a minha vida, que desenvolveu em 2009 com a professora Cristiane Neri Horta, também do Centro Pedagógico da UFMG, em duas turmas de 3º ano. “A percepção de que em tempos atuais a prática da leitura tem sido preterida em relação a outras, especialmente as ligadas à tecnologia, mostrou-nos a necessidade de promover uma reaproximação entre livro e alunos”, destaca Ana Graziela.

O projeto, em dez aulas, tem como ponto de partida a participação e o exemplo familiar. Os estudantes devem conversar com os pais ou outros parentes mais velhos sobre um livro que tenham lido e gostado muito quando tinham a mesma idade dos alunos.

Em aula posterior, os jovens têm que escrever uma carta para os colegas de outra turma da escola falando sobre o livro que leram, dizendo que foi indicado pelos pais, ou outro familiar. Na mesma carta, eles convidam seus colegas para participarem de uma exposição de livros, onde conhecerão O livro que marcou minha vida. Nesse dia, cada aluno apresenta o seu livro ao colega que convidou, bem como a todos que se interessarem. Os familiares que fizeram a indicação também são chamados a participar.

De acordo com Ana Graziela, os resultados obtidos foram muito positivos. Os alunos demonstraram interesse tanto no decorrer do desenvolvimento do projeto quando durante sua conclusão, na atividade de exposição. Em sua opinião, esses alunos, hoje, estão muito abertos a práticas relacionadas à leitura de livros, demonstrando que o projeto gerou frutos que ultrapassam o momento da sua aplicação.

Saiba mais acessando o link abaixo
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=13430

Fonte – Jornal do MEC

Um comentário sobre... “Escola resgata o lugar do livro na vida do jovem

  1. A criança que tem acesso aos livros aprende a interpretar melhor a vida. Durante algum tempo atrás a leitura ficou esquecida e foi pouco valorizada, ainda bem que esse tempo passou e nos dias atuais temos belos exemplos como os que acabei de ler e é claro que os resultados só poderiam ser positivos. Paeabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.