(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Pinóquio: relembranças

5 comentários
13set

Por Artur Melo, 10 anos
Estudante do 6º ano do Ensino Fundamental, da Escola Sá Pereira

História de hoje: Relembranças de uma grande aventura. Parte 2

Meus amigos, essa história do Pinóquio está dando o que falar.
Para esse segundo episódio, estou aqui imaginando uma conversa entre bonecos: Emília e o Pinóquio.
Esse boneco está tentando de todo jeito se livrar da escola. Vejam só a ideia que ele teve.

Carta de Pinóquio para Emília, do Sítio do Pica Pau Amarelo.

Querida Emília, adoraria ir aí, fiquei sabendo que você, assim como eu, é uma boneca falante que virou gente. Ah, como eu queria virar gente, um menino! Além disso, também soube que por aí tem uns bolinhos de chuva deliciosos para matar a minha fome. Há outra notícia maravilhosa é a sua avó, dona Benta, uma senhora muito esperta e, cá entre nós, seria muito melhor aprender com ela, gramática, matemática, geografia etc, aprender tudo participando de grandes aventuras, porque tenho detestado ir à escola. Já me meti em diversas encrencas por causa disso. Quem sabe também ajeitamos um casamento entre o meu pai com a sua querida avó. Ele anda muito solitário. Beijo, espero sua reposta ansioso, 

Pinóquio 

Agora, leia a resposta de Emília para Pinóquio 

Que surpresa Pinóquio! Pensei que você tivesse virado lenha para o assado do Titereiro. Ando lendo a sua história e pensei que dele você não fosse escapar. Poxa, dizem que sou eu que não tenho coração, que não tenho piedade, quando a tia Nastácia mata os frangos, mas você hein… Deixar o seu pobre pai em mangas de camisa para comprar sua cartilha e depois vendê-la por quatro moedas! Que bobinho você! Só quatro!? Eu venderia por muito mais!rsrsrsrs

Venha logo, deixe de lenga, lenga! Vamos ajeitar logo esse casamento, porque a vida por aqui anda muito calma, uma mesmice danada! Já sei que vocês não têm nenhum tostão, então mando um pouco do pó do pirlimpimpim para vocês chegarem até aqui, mas veja se traga algo para a minha canastrinha, hein…
Beijo, até logo,
Emília

5 thoughts on “Pinóquio: relembranças

  1. Ha!!! Logo vi que aquela história de Pinóquio e meninos burrinhos não ia se criar! Pinóquio, na verdade, é bem esperto. Vejam quem ele foi procurar: a rainha da sagacidade – senhora Marquesa de Rabicó!!! Estou louca para ler muitos e muitos capítulos dessa história danada de boa que promete muitas traquinagens!!! Muitíssimos beijos (como diria Emília).

  2. kkkkk Olha, mas que loucura! Você agora resolveu juntar esses dois?… Mas eles vão aprontar muito! Aguardo ansiosa, tal como Pinóquio esperando a resposta da Emília…

  3. Artur,
    Estou torcendo pelo desfecho – feliz, espero! – desta sua história! SUa criatividade continua dez!!!!!
    Beijo,
    Tania

    1. Artur, amei este encontro… jamais pensei que dois bonecos falantes poderiam ser encontrar numa narrativa tão bacana. Parabéns!!! Nunca pense em parar de escrever!!! Vc. é 1.000!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.