(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Carta para Monteiro Lobato

13 comentários
15abr

Em comemoração ao aniversário de nascimento do escritor Monteiro Lobato, celebrado no dia 18 de abril, data em que se celebra também o Dia Nacional do Livro Infantil,  Artur Melo, fã dos personagens do Sítio do Picapau Amarelo, faz uma homenagem ao pai de Emília e Visconde de Sabugosa. Confira:

Por Artur Melo, 10 anos
Aluno do 5º ano do Ensino Fundamental, da Escola Sá Pereira


Prezado Monteiro Lobato,

Desde pequeno gosto muito de suas historias, quando nem sabia ler ainda, pois já via os filmes e minha mãe me contava um bocado de histórias. Uma vez eu ganhei todos os personagens em fantoches e um palco de teatro. Adorava chamar todos da família para fazer apresentações das cenas que eu via ou imaginava, no Sítio.

Quando fiz dois anos tive uma festa do Sítio, meu avô fez uma casa/Sítio da Dona Benta com quintal e tudo. A casa era grande, dava para as crianças entrarem nela, era feita de base de sucata e toda coberta de doces, as crianças entravam, brincavam e comiam.

E quando cismava com algum personagem… um dia resolvi ter uma canastra como a da Emília, foi um tal de catar sucatas, pedrinhas, insetos, tampas pecinhas de eletrônicos quebrados, juntava tudo em uma canastra de madeira; uma vez ganhei um saci de brinquedo, aquilo foi o máximo, fui correndo nas coisas do meu avô, peguei: peneira, garrafa, rolha, caneta e segui todas as instruções do Tio Barnabé para pegar saci, prendi o meu lá dentro, na garrafa.

Outra vez cismei que ia até a Lua na viagem ao céu. Nessa idade já tinha a minha própria caixa de ferramentas, consegui umas madeiras e comecei a fazer uma nave. Deu uma confusão danada porque peguei a bengala da minha bisavó, serrei para fazer uma alavanca.

Uma vez cheguei a ficar até quatro horas da manhã vendo o filme do Minotauro. Já estava maior e adorava ver a fuga do Rabicó e a Tia Nastácia enchendo a pança do Minotauro com bolinhos de chuva. Meus personagens preferidos são o Pedrinho, gosto das aventuras dele, mas também gosto bastante da Emília, do jeito com ela fala e age.

Obrigado pela sua mente criadora!

Um abraço do Artur

13 thoughts on “Carta para Monteiro Lobato

  1. Artur, querido,
    Que carta mais linda. Fiquei só imaginando tantas brincadeiras inspiradas no sítio . E essa casa coberta de doces?? Tem um amigo seu que ia adorar , não é?!
    Muito bacana mesmo, um grande prazer ler suas aventuras. queremos mais!
    B
    Um beijo, Maria

  2. Oi, Arthur!

    Fiquei emocionada e encantada ao ler sua carta para Lobato. Vi você ainda na barriga de sua mãe e sempre acompanhei suas peripécias quanto ela comentava alguma coisa sobre você.Além de escrever de um jeito bem bacana seu desenho da Emília está lindo!Ela tem até um coração! Parece mesmo que ela existe né Arthur?!Emília é uma de minhas personagens favoritas!

    Quando eu era pequena eu tinha medo da Cuca e do Saci.Não era assim corajosa com você para sair atrás do Saci, nem na imaginação!Ri um bocado quanto li sobre a bengala da sua avó.Você é mesmo um fofo e mega esperto.
    Parabéns pelas palavras tão bem escolhidas!
    Obrigada também dizemos nós a você…Sabe por quê? Pela sua mente que também é criadora!
    Beijo,
    Fafá.

  3. Oi, Artur:
    muito bacana sua carta. Gostei quando escreveu que também prendeu o seu Saci e ri quando disse que serrou a bengala da sua bisavó. Você é danadinho… imagino Lobato, lá no céu, se deliciando com suas histórias. Eu amava ler sobre o casamento da Emília com o Rabicó ou será o vidro azul!?
    Parabéns!!!

  4. Oi Artur
    Lá do outro lado do céu Lobato deve estar pulando de alegria por saber que aqui na Terra tem um menino que continua criando histórias como ele.
    Beijão
    Andrea Travassos

  5. Oi Artur. Muito linda a sua carta para o Lobato. Também adoro as histórias do Sítio.
    Achei que o comentário da Simone , da mistura do Menino Maluquinho com o Pedrinho, para você , pode ser verdade!!!Bjs e Parabéns

  6. Artur,
    Sua carta está muito bacana! Realmente temos que agradecer pela ‘mente criadora’ de Monteiro Lobato, olha só quantas sementes ele nos deixou… Você é prova disso; suas histórias são muuuuito legais! Beijo

  7. Arthur,
    Você é mesmo um menino porreta.Não podia ser filho de outra pessoa que não fosse a minha “lobinha” querida, que me ensinou a ler na faculdade um montão de história bonita.
    Como você, sou fã do velho Lobato.Quando tinha sua idade, depois do almoço de domingo deitava na cama ao lado do meu pai querido e eu é quem lia as Caçadas do Pedrinho para ele.
    Sua história é linda, me deixou encantada e com uma baita vontade de ser a Dona Benta e ter um neto.Pena que meus filhos não querem me dar um. Mas quando eu tiver um neto vou torcer muito para ele ser, assim, um garoto tão esperto quanto você.
    Um beijão.
    Em tempo: As fotos dos jacarés e dos tuiuius já estão aqui separadinhas pra você.

  8. artur, quantas histórias!!! vc é uma mistura do “menino maluquinho” com o Pedrinho. será?? acho que vc tem o jeito brincalhão e divertido dos personagens do sitio. parabéns. bjs, simone

  9. Artur, fico feliz com essas lembranças bem guardadas, mas senti uma pena de você não ter falado da cuca, rs… Você tem é história engraçada para contar dela, não é?rs, beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *