Você tem fome de quê?

Por Artur Melo, 10 anos
Aluno do 6º ano do Ensino Fundamental, da Escola Sá Pereira

Inspirado no projeto Você tem fome de quê?, que será trabalhado pela escola dele, o nosso escritor Artur Melo está de volta. Estreia em 2014 com um poema reflexivo sobre o tema. Novas histórias vêm por aí. Aguardem!

Você tem fome de quê?

Eu tenho fome de jogar, de correr, de nadar
Desenhar, pular, escalar, balançar,
Andar de bicicleta, de skate,
Eu tenho mesmo é fome de brincar.

Tenho fome de queimado, futebol, handball,
Pique bandeira, três cortes, ping pong, taco,
Fome de vôlei e de lutar Krav Magá,
Tenho uma fome de esportes.

Tenho fome de amigos, de conversar, de ficar com os meus avós,
Fome de amar meus pais, tão queridos,
Que eu amo mais que tudo no mundo.
Fome de brincar com os animais, de respeitar a natureza.
Tenho fome dessa forma de amar.

Tenho fome de viajar, andar de jet sky, ir ao cinema,
Aos zoológicos, aos restaurantes, conhecer lugares novos
Parques de diversão, esquiar, andar de barco
Sou  fominha pra passear.

Tenho fome de gargalhar, de zoar e fazer graça,
Inventar piadas, rir até chorar, tenho fome de me divertir.
Conhecer, pesquisar, aproveitar as coisas boas,
Ouvir histórias e criar,
Essa é a fome de aprender.

Não poderia faltar, a fome de pizza, de chocolate, de bolo da vovó,
Bolinho de chuva, gelatina, nutella, ovomaltine,
Pão de queijo, cachorro quente, hambúrguer,
Churrasco, peixe, espaguete e fritas quentinhas,
Ai, que fome! Vou correndo jantar.