(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Prêmio Jabuti

seja o primeiro a comentar
27out

marina

Foram divulgados, no último dia 16, os ganhadores do Prêmio Jabuti 2014. A autora Marina Colasanti, com o livro Breve história de um pequeno amor, lançado em 2013 pela Editora FTD, é a vencedora do Prêmio Jabuti na categoria infantil. O anúncio foi feito pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), responsável pela organização.

Vencedor também do Prêmio Fundação Nacional do Livro Infanto Juvenil (Fnlij) 2014, Breve história de um pequeno amor conta a história de uma escritora que encontra um ninho com dois filhotes de pombo. Por meio de uma prosa poética, o leitor compartilha as hesitações e os sucessos de uma história de crescimento e desenvolvimento. Como o próprio nome da obra diz, esta é uma história de amor, mas também de ciúme, aflição, paciência, saudade, preocupação, entre outros sentimentos.

fragosas03

Já o Prêmio Jabuti na categoria juvenil foi para o escritor Ricardo Azevedo, com a obra Fragosas Brenhas do Mataréu. O livro, editado pela Ática, em 2013, conta a história de um jovem de cerca de 15 anos que se vê abandonado após a morte da mãe. Ele seria apenas um adolescente, mas a narrativa se passa no século XVI, em Portugal, onde garotos precisam se tornar homens muito cedo, e a fé, em vez de reconfortar, fomenta o ódio e o medo.

Órfão, ele é condenado a trabalhar na frota ultramarina portuguesa e empreender a maior de todas as aventuras: a arriscada viagem para o Novo Mundo, para as terras de um Brasil ainda em formação, de matas intransponíveis, rios abundantes e povos tão misteriosos quanto perigosos. Durante a jornada, o jovem narrador-protagonista vai descobrir o fascinante choque entre o conforto das verdades estabelecidas e o desassossego de uma vida pulsante e repleta de encontros, indagações, paixão, amizade.

Fragosas brenhas do mataréu se mostra um verdadeiro estudo sobre as condições de vida no Brasil Colônia em seus primeiros anos e traz à tona questões ainda nebulosas sobre esse período: como viviam os colonos, como eram constituídos os povoados e quais eram suas relações com o Reino, com os índios dominados e com as tribos do interior? Entre outros temas, o autor descortina ainda o embate e a miscigenação entre diferentes culturas, crenças e mentalidades presentes na construção do país.

Dupla-2
Na categoria ilustração de livro infantil ou juvenil, Renato Moriconi levou o prêmio pelo trabalho Bárbaro, editado pela Companhia das Letras. O livro, sem diálogos, conta a aventura de um bravo guerreiro que montou em seu lindo cavalo e saiu em uma perigosíssima jornada. Ele lutou contra serpentes e gigantes de um olho só, sobreviveu a flechadas, enfrentou leões monstruosos e plantas carnívoras, até que, de repente, ele para no meio do caminho e começa a chorar.

Veja os demais vencedores

Infantil
1º Lugar – Título: Breve História de um Pequeno Amor – Autor: Marina Colasanti – Editora: Editora FTD
2º Lugar – Título: Da Guerra dos Mares e das Areias: Fábula Sobre as Marés – Autor: Pedro Veludo – Editora: Editora Quatro Cantos
3º Lugar – Título: Poemas que Escolhi para Crianças – Autor: Ruth Rocha – Editora: Editora Moderna

Juvenil
1º Lugar – Título: Fragosas Brenhas do Mataréu – Autor: Ricardo Azevedo – Editora: Ática
2º Lugar – Título: As Gêmeas da Família – Autor: Stella Maris Rezende – Editora: Globo
3º Lugar – Título: Uma Escuridão Bonita – Autor: Ondjaki – Editora: Pallas

Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil
1º Lugar – Título: Bárbaro – Ilustrador(a): Renato Moriconi – Editora: Companhia Das Letras
2º Lugar – Título: Naninquiá – A Moça Bonita – Ilustrador(a): Ciça Fittipaldi – Editora: Editora DCL
3º Lugar – Título: Conselho – Ilustrador(a): Odilon Moraes – Editora: Escrita Fina Edições / Tinta Negra Bazar Editorial

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *