Cinema de arquivo: inscrições abertas

Revisitar a História da Música Brasileira por meio da sétima arte. Esta é a proposta da 9ª edição do Festival  Internacional de Cinema de Arquivo (ReCine), promovido pelo Arquivo Nacional. De 13 a 17 de setembro, o evento vai exibir e debater a música produzida para o cinema e os filmes que falam de música. O objetivo principal é levar o público a entender um pouco mais da trajetória da MPB – numa linha histórica que vai do século XVI até o início do XXI.

“A história da música no Brasil faz parte de uma monumental obra em construção – do incrível encontro do indígena com o europeu, e, em seguida, o africano. A contribuição da música sacra, os estilos europeus dos salões nobres, os batuques africanos, enfim, uma trajetória extraordinária e empolgante da música nacional, que se consolidou em realidade a partir da primeira gravação em disco, ficando armazenada na memória de pessoas que cantarolam preciosidades, talvez sem saber que estão trazendo à tona a história de uma nação”, destacam os coordenadores do Festival.

Aberto ao público em geral e gratuito, o evento contará com mostra competitiva cinematográfica, exposição, debates, palestras e uma oficina, destinada a dez alunos interessados no tema. Durante as aulas, os estudantes terão acesso ao acervo do Arquivo Nacional que está em domínio público. Os estudantes terão que produzir um vídeo de curta metragem com tema livre e duração média de cinco minutos. O principal objetivo é oferecer uma chance a quem deseja produzir um vídeo, principalmente aos iniciantes, de colocar toda a sua criatividade em um produto que tem como base as imagens de acervos históricos.

Os interessados em participar da oficina têm até o dia 27 de julho para se inscreverem no site do festival. De acordo com a programação, na primeira semana, os alunos terão um curso teórico sobre as diversas modalidades do documentário brasileiro contemporâneo, incluindo os filmes que utilizam imagens de arquivo em suas narrativas. Na segunda semana, a prática será a tônica, terá chegado o momento de elaborar roteiros, fazer a edição, sonorização e finalização.

Os filmes produzidos pela oficina são parte integrante da Mostra Competitiva do evento, concorrendo aos prêmios de melhor filme de curta metragem segundo o júri popular, melhor curta-metragem, melhor direção de curta-metragem, melhor roteiro, melhor edição de imagem, melhor contribuição à linguagem cinematográfica, melhor concepção sonora e melhor pesquisa.

Clique aqui e faça a inscrição
http://www.recine.com.br/2010/inscricao_oficina.php