(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Cinema infantil nacional em Florianópolis

seja o primeiro a comentar
25jun

Começa nesta sexta-feira, dia 28 de junho, a 12ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, uma referência brasileira na defesa do cinema infantil para crianças e adolescentes. A exemplo de todos os anos, o evento traz uma mostra competitiva de curtas voltados para a garotada. Este ano estão na disputa 73 trabalhos. Há também exibição de longas metragens nacionais e internacionais, oficinas e debates sobre infância e o audiovisual, que vão integrar o seminário educação e audiovisual e o 9º encontro nacional de cinema infantil. A mostra de 2013 ainda vai prestar uma homenagem a Manoel de Barros, considerado um dos maiores poetas de língua portuguesa. Ganhador de dois Jabutis, o mais importante prêmio literário brasileiro, ele tem mais de 20 livros publicados.

Acesse o site do evento

Veja os trailers dos curtas

Na programação internacional, destacam-se a exibição do filme Os Contos da Noite, do diretor francês Michel Ocelot; o bate-papo com o diretor Heiki Ernits, do longa Lott e o segredo da pedra da lua, uma produção da Estônia e Letônia, bem como o documentário Tenho 11 anos, de Genevieve Bailey. A obra reúne crianças de onze anos de quinze países. Elas fazem um retrato global da humanidade numa idade crucial – pequenos cidadãos que não são mais crianças, ainda não são adultos e se preparam para herdar um mundo que muda rapidamente como eles. As crianças revelam obsessões e preocupações públicas que motivam suas vidas. O fllme faz, ao mesmo tempo, uma investigação das similaridades e distinções entre culturas e um relato íntimo desses jovens.

“Nosso objetivo é que as crianças consigam ver a sua infância na tela. Aliás, esse é o tema da mostra deste ano: a infância brasileira na tela do cinema. As crianças precisam ver para ter orgulho da nossa cultura, conhecer a nossa diversidade cultural e crescer com este sentimento de se sentir incluída na imagem”, explica a coordenadora da mostra, Luiza Lins, em entrevista à Rádio Estadão.

Cinema nacional na tela e em debate

Além dos 73 curtas nacionais voltados para a infância, o evento vai exibir também longas, como Meu pé de laranja lima, de Marcos Bernstein, Cocoricó conta filmes, de Fernando Gomes, e a pré-estréia do filme História antes de uma história, de Wilson Lazaretti, do Núcleo de Animação de Campinas.

No seminário educação e audiovisual, que será realizado nos dias 8 e 9 de julho, serão exibidos os filmes Sementes do nosso quintal, de Fernanda Heinz Figueiredo, e A educação proibida, documentário de German Doin, que vai conversar com o público logo após a exibição. Haverá ainda um debate sobre o ensino de audiovisual na escola, como o secretário municipal de Educação de Florianópolis, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, Carla Dozzi, coordenadora geral de Cultura e Educação, do Ministério da Cultura; Fabiana Marcello, da UFRGS, Maria Angélica Santos, do Programa de Alfabetização Audiovisual, Porto Alegre e Patrícia Durães, do Clube do Professor – Cinespaço. A coordenação ficará a cargo da professora Mônica Fantin. A mostra ficará em cartaz até o dia 14 de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *