(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Educomunicação: 10 anos

1 comentário
11dez

Realizado nos dias 2 e 3 de dezembro, na Universidade de São Paulo (USP), o III Encontro Brasileiro de Educomunicação marcou os dez anos do investimento e trabalho, do Núcleo de Educação e Comunicação (NCE) da USP, de integrar o ensino, as salas de aula, às mídias.Em uma década, iniciada em 2001, o NCE aprofundou os estudos acadêmicos na interface entre educação e comunicação e, ao mesmo tempo, implantou no município de São Paulo o projeto Educom, no qual alunos e professores das escolas vivenciam, até hoje, na prática, a produção de rádio. Durante o percurso, outras iniciativas e parcerias – no âmbito dos governos e da sociedade civil – foram surgindo e se apoiando nos estudos da então Educomunicação. No ano passado, a própria USP lançou a primeira licenciatura do país na área.

Sob a coordenação do chefe do Departamento de Comunicações e Artes, professor Ismar de Oliveira, o evento lançou também um novo curso da instituição: uma especialização em Educomunicação. Com duração de três semestres, a primeira turma começará em março do próximo ano, com aulas à noite, nas segundas e quartas-feiras. Uma segunda turma, nos dias de sábado, será possivelmente aberta no segundo semestre de 2012. Clique aqui e veja o programa do curso.

O III Encontro também foi marcado pela criação da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais de Educomunicação – ABP Educom, que visa a reunir pesquisadores, profissionais e estudantes que têm a Educomunicação como objeto de interesse acadêmico e/ou de prática laboral. Uma de suas missões é incentivar intercâmbios com entidades nacionais e estrangeiras dedicadas ao mesmo campo de conhecimento. A instituição já reúne 70 associados

Primeiro dia do evento

Carlos Mendes Lima, da Secretaria de Educação do Município de São Paulo, falou sobre o projeto Educom nas escolas, de sua importância. Em três diferentes gestões, o projeto obteve continuidade, prova de sua qualidade. Alexandre Sayad, secretário executivo da Rede de Experiências em Comunicação, Educação e Participação (Rede Cep), explicou o papel do programa que tem o objetivo de estabelecer parcerias entre instituições que trabalham no setor. “Andamos 5% do caminho. Ainda é preciso muito mais”, destacou. Lilian Romão, da revista Viração Educomunicação, uma publicação mensal feita e dirigida aos jovens, contou os bastidores do processo de produção da obra, que envolve a participação de dezenas de adolescentes espalhados pelo Brasil. Paulo Nassar, da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, destacou que a informação e a educação são pontos chave para o mundo empresarial dos dias de hoje. O novo quarto poder. Maria Cristina Costa Castilho, coordenadora do curso de especialização em Educomunicação, explicou os detalhes da criação do novo módulo de ensino. Uma ideia bastante antiga que só agora saí de fato do papel. Adilson Citelli, professor da ECA e editor da Revista Comunicação & Educação, da ECA, contou a história de construção da revista. Os objetivos da publicação e de que forma os artigos são minuciosamente selecionados.

Segundo dia do evento

Foram realizados seis painéis, com a participação, inclusive, da jornalista argentina Silvia Bacher, do projeto Otras Voces; e da professora da Universidade de Peru, Maria Teresa Quiroz. Ambas falaram do novo tempo da comunicação no mundo globalizado. Destacaram a importância da aproximação entre educação e comunicação como estratégia de sucesso para escola e aluno.

Silvana Gontijo, presidente do planetapontocom, também participou. Ela foi convidada para apresentar os projetos do planetapontocom. Falou sobre as ações desenvolvidas, particularmente sobre o curso de formação de professores, chamado de Por Dentro dos Meios. Marcus Tavares, editor da revistapontocom, esteve presente em outra mesa. Contou os objetivos da revista eletrônica, mostrando o novo site e os números de acesso.

Um comentário sobre... “Educomunicação: 10 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.