(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Estudante ganha prêmio internacional

seja o primeiro a comentar
31mar

Do Jornal de Londrina

A londrinense Nayara Orsi, de 17 anos, acaba de conquistar um prêmio cobiçado até pelos pesquisadores mais experientes. No dia 23 de março, a estudante recém-formada no Ensino Médio foi consagrada pelo prêmio Excelência em Ciências do Instituto Weizmann, em Israel. O Instituto foi apontado, em 2011, pela revista científica The Scientist como o melhor local fora dos Estados Unidos para se trabalhar com pesquisa. Ainda neste semestre, ela irá participar de dois eventos para jovens cientistas em Los Angeles e Nova Iorque, nos Estados Unidos.

O prêmio foi em reconhecimento ao trabalho de Nayara desenvolvido durante todo o Ensino Médio no Colégio Interativa, em Londrina. Nele a estudante desenvolveu uma identificação de organismos bioindicadores do litoral paranaense por meio de análise do índice de algas como uma ferramenta para análise da qualidade ambiental. “O atual método de análise das águas do nosso litoral é muito precário. Apenas os índices de coliformes fecais são analisados na época de temporada, mas isso não é fidedigno a real qualidade daquela água”, defende a precoce cientista.

Graças ao prêmio do Instituto Weizmann, Nayara irá passar o mês de julho em um acampamento de verão em Israel dedicado especialmente a talentos reconhecidos nas escolas do mundo. Segundo ela, neste período os estudantes terão que desenvolver, em grupos, novos projetos em áreas como matemática, física, química e biologia. “Eu ainda não sei muitos detalhes de como isso vai acontecer, mas eu sei que alguns dos orientadores do projeto têm, até, Prêmio Nobel”, conta empolgada.

Além da experiência em Israel, ainda neste semestre Nayara irá participar de outras duas feiras internacionais. Junto com a colega de escola Flávia Faggião, a estudante irá representar o Brasil na Feira Internacional de Ciência e Engenharia (Internacional Science and Engineering Fair – Intel), em Los Angeles, entre 11 e 16 de maio. No mês seguinte, Nayara irá participar sozinha da Olimpíadas de Gênios (Genius Olympiad), no estado de Nova Iorque.

Nayara quer ser cientista

Atualmente, Nayara Orsi é estudante do primeiro ano do curso de Oceanografia na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Itajaí, Santa Catarina. Ela conta que a paixão pelo mar surgiu quando ela ainda era criança e foi intensificado na 8ª série quando ganhou apoio do então professor de Biologia, e também oceanógrafo, em realizar pesquisas no litoral. “No nosso colégio a gente tinha essa coisa de participar de projetos de pesquisas, o que eu sempre gostei muito. Tenho certeza que assim que eu me formar quero me dedicar às pesquisas e me tornar uma cientista.”

Além do reconhecimento do Instituto Weizmann, Nayara também já ganhou o 1º lugar em Ciências Biológicas na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Por conta disso, a estudante conquistou uma bolsa no Programa Júnior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), válida até 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.