Faça o teste do professor digital

A pergunta é muito simples: você é um professor digital? Não sabe? Que tal, então, fazer o teste proposto pelo professor José Carlos Antonio. Além de físico e autor de livros didáticos para o Ensino Médio, José Carlos é o moderador do fórum Internet na Escola do Educarede, bem como um dos responsáveis pela formação de dinamizadores de professores do projeto Promenino. De acordo com José Carlos, um professor digital é aquele que possui habilidades para fazer um bom uso do computador para ele mesmo e, por extensão, é capaz de usá-lo de forma produtiva com seus alunos.

View more presentations from vizentim.

Eis, abaixo, as “habilidades” que o professor acredita que devem fazer parte do perfil de um professor digital. Aproveite e faça você mesmo o teste para medir o quanto você se enquadra no perfil do professor digital. Some um ponto para cada item da lista que se aplicar a você. Caso você some mais que cinco pontos, acredite, você já pode se considerar como parte da vanguarda dos professores digitais, pelo menos na opinião do professor José Carlos Antônio.

1. Possuir um endereço de e-mail e utilizá-lo pelo menos duas vezes por semana (o ideal seria fazê-lo diariamente);

2. Possuir um blog, um site ou uma página atualizável na Internet onde regularmente se produz, socializa e se confronta seu conhecimento com outras pessoas;

3. Participar ativamente de um ou mais “grupos de discussão”, fórum ou comunidade virtual ligada à sua atividade educacional;

4. Possuir algum programa de troca de mensagens on-line, como o MSN, com, no mínimo, dois colegas de profissão em sua “lista de contatos” e usá-lo para fins profissionais pelo menos uma vez por semana, em média;

5. Assinar algum periódico on-line (mesmo que gratuito) sobre notícias e novidades relacionadas à educação ou à sua disciplina específica, e lê-lo regularmente;

6. Preparar rotineiramente provas, resumos, tabelas, roteiros e materiais didáticos diversos usando um processador de textos (como o Word, por exemplo), uma planilha eletrônica (como o Excel) ou um programa de apresentações multimídia (como o PowerPoint);

7. Fazer pesquisa na Internet regularmente com vistas à preparação de suas aulas (no mínimo) e, preferencialmente, manter um banco de dados de sites úteis para sua disciplina e para a educação em geral. Melhor ainda seria compartilhar esse banco de dados com colegas e alunos;

8. Preparar pelo menos uma aula por bimestre sobre um tema de sua disciplina onde os alunos usarão os computadores e a Sala de Informática de forma produtiva e não apenas para “matar o tempo”;

9. Manter contato com o computador por, pelo menos, uma hora diária, em média;

10. Manter-se atento para as novas possibilidades de uso pedagógico das novas tecnologias que surgem continuamente e tentar implementar novas metodologias em suas aulas.

Afinal, quem é você, professor?