(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Governo federal financia feira de ciência escolar

seja o primeiro a comentar
27out

Atenção diretores e professores: se sua escola pretende desenvolver uma feira de ciências ou uma mostra científica, não percam tempo. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, por meio dos ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia, vai financiar boas propostas. O investimento é de mais de R$ 7 milhões. Os interessados têm até o dia 8 de novembro para preencher o formulário e enviar seus respectivos projetos.

De acordo com Maria Ângela Cunico, coordenadora-geral do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do CNPq, a iniciativa pretende obter informações sobre limites e possibilidades dos estudantes dos níveis Fundamental e Médio, criar vínculos entre alunos e escolas, além de aproximar a academia dos níveis de ensino, especialmente o público. “Como benefícios adicionais podem ser citados o aperfeiçoamento dos professores de ciências da rede pública, a inclusão social gerada pela difusão do conhecimento, o estímulo ao trabalho em equipe e a opção por carreiras científicas entre os mais jovens”, afirma.

Os principais objetivos são promover a realização de Feiras de Ciências e Mostras Científicas de âmbito nacional, estadual e municipal, como um instrumento para a melhoria dos ensinos fundamental, médio e técnico, além de despertar vocações científico-tecnológicas e identificar jovens talentosos. Dentre outros requisitos, o interessado deve ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, ser obrigatoriamente o coordenador do projeto e ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Os projetos precisam se enquadrar em uma das três categorias. A Nacional tem valor de até R$ 500 mil e 80 bolsas por proposta; a Estadual/Distrital destina até R$ 240 mil e 20 bolsas por proposta e a Municipal disponibiliza valor de até R$ 55 mil e três bolsas por proposta. Ao todo serão investidos R$ 10,2 milhões.

Os recursos são provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT/Fundos Setoriais), com R$ 3 milhões; do MEC/SEB, R$ 3 milhões; da Capes, R$ 3 milhões; e do CNPq, R$ 1,2 milhão, com a concessão aproximada de até mil bolsas de Iniciação Científica Júnior.

Os projetos devem ser encaminhados ao CNPq exclusivamente por intermédio do Formulário de Propostas Online, disponível na Plataforma Carlos Chagas, até 8 de novembro. Os resultados serão conhecidos a partir de novembro próximo e as contratações a partir de dezembro.

Para saber mais consulte o edital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *