(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Licenciatura em Educomunicação na USP

seja o primeiro a comentar
Publicado em Matérias
04dez

A Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP) conseguiu aprovar o projeto destinado à criação de uma licenciatura na área de midiaeducação, chamada de Educomunicação. A proposta foi aprovada, no dia 17 de novembro, pelo Conselho Universitário da instituição.

A licenciatura, primeira do país, destina-se a preparar profissionais para atender as demandas provenientes do campo da educação formal e das iniciativas sociais que preveem o uso das tecnologias da informação e das linguagens da comunicação em projetos voltados para a comunicação educativa.

O profissional que será formado encontrará espaço de atuação na docência, especialmente nos cursos profissionalizantes de nível médio voltados para a comunicação e para as tecnologias da informação. Terá atuação, ainda, no desenvolvimento de projetos destinados a qualificar a expressão comunicativa da comunidade escolar. No caso, o educomunicador agirá como um assessor a serviço das secretarias de comunicação, das diretorias de ensino e das próprias escolas.

O conceito da Educomunicação, uma proposta de midiaeducação, vem sendo aplicado, especialmente na última década, à ação profissional na interface entre os dois campos. Muitas dessas experiências, tanto presenciais quanto à distância, são implementadas por docentes e núcleos de pesquisa vinculados ao Departamento de Comunicações e Artes da ECA.

O novo curso, com 2.800 horas e duração de quatro anos, será oferecido no período noturno, a partir de fevereiro de 2011. Uma equipe multidisciplinar de 19 professores doutores assumirá as disciplinas e a direção do novo programa.

De acordo com o Ismar de Oliveira Soares, professor e coordenador do Departamento de Comunicações e Artes da USP, a aprovação do novo curso é uma vitória de um esforço coletivo de uma equipe de pesquisadores e docentes da Escola de Comunicações e Artes (ECA) – muitos dos quais aposentados –, que identificaram o potencial da ECA para o atendimento das demandas que a sociedade da informação está colocando para o ensino da comunicação e da educação no mundo contemporâneo.

Fonte:  Núcleo de Comunicação e Educação da USP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *