(21) 2220-3300
New here? Register. ×

O que é ser criativo na sala de aula?

12 comentários
03mar

Criatividade na sala de aula? O que isto significa e como alcançá-la? O que é ser um professor criativo? O que é ministrar uma aula criativa? Para a professora Luciane Baia Hees, doutoranda em Psicologia em Educação pela PUC-SP, uma aula criativa deve, em primeiro lugar, motivar o aluno a desejar e a buscar o aprendizado: “Um professor criativo é aquele que faz uso de diferentes estratégias para que o aluno fique motivado a aprender”, complementa. 

Em entrevista ao Jornal do Professor, do Ministério da Educação (MEC), Luciane, professora do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, onde coordena atividades de estágio do curso de pedagogia, afirma que numa aula criativa o foco é o aluno e não o conteúdo. “Pois se o professor focar suas aulas no conteúdo irá ter como resultado alunos passivos que irão somente ouvir e reproduzir”.

Acompanhe a entrevista concedida ao Jornal do MEC que a revistapontocom reproduz abaixo:

Jornal do Professor – Quais os elementos que fazem com que uma sala de aula possa ser chamada de criativa? O que é um professor criativo?
Luciane Weber Baia Hees – Primeiramente, vamos estabelecer que consideramos uma aula criativa o resultado da relação entre o aluno e um professor dedicado e apaixonado por tudo que faz. É aquela aula que leva o aluno à dizer: “eu quero aprender isto que o professor está falando ou mostrando”. Ou seja, aquela aula que motiva o aluno a buscar e a compreender e a descobrir o que está sendo proposto. Aquela aula que desperta a vontade de descobrir, aprender e fazer. Uma aula que tem o objetivo de alcançar cada um dos alunos em seus diferentes estilos de aprender. São muitos os elementos que fazem com que uma sala de aula possa ser criativa, mas a base de tudo isto é o professor. O professor, em uma aula criativa, deve considerar o aluno como ponto central, não o conteúdo, pois se o professor focar suas aulas no conteúdo irá ter como resultado alunos passivos que irão ouvir e reproduzir. No contexto da sala de aula criativa o assunto e o professor se dirigem no sentido de ficar à disposição da aprendizagem do aluno e  consequentemente o aluno vai se tornar envolvido, interessado e motivado. Outros elementos para uma sala de aula criativa são: considerar o aluno como ponto principal; buscar atividades que saiam da rotina; utilizar materiais que chamem a atenção do aluno; motivação para o aprendizado através de uma aula significativa; tornar o aprendizado um momento feliz e divertido; respeitar o estilo de aprendizagem de cada aluno; usar música, jogos educativos, jornais, revistas, acontecimentos atuais e atividades lúdicas em suas aulas; sair da sala de aula para aprender, utilizando todo o ambiente escolar; valorizar a opinião dos seus alunos sobre as suas aulas; e refletir sobre como foi sua aula todos os dias, o que deu certo, o que foi bom ou não e o que eu poderia ter feito melhor para que o meu aluno realmente aprendesse.
Muitos acreditam que uma sala de aula criativa é aquela com muitos recursos visuais ou tecnológicos, mas não é isto que vai tornar uma sala de aula criativa. Isto sem dúvida ajuda, mas são apenas recursos. O que realmente importa é o que o professor vai fazer com isto. Portanto, um professor criativo é aquele que faz uso de diferentes estratégias para que através de sua relação com o aluno ele fique motivado a aprender.

Jornal do Professor – De que forma uma aula criativa pode colaborar para o aprendizado?
Luciane Weber Baia Hees – Uma aula criativa vai motivar o aluno, e um aluno motivado vai desejar e buscar aprender. Segundo a professora Maria Luiza Kraemer, o professor que adota em sua metodologia um instrumento criativo para desenvolver os seus conteúdos estará criando, automaticamente, um agente motivador que fará com que a aprendizagem seja conduzida e encarada como uma meta a ser conquistada na busca de um prêmio, o aprendizado. Ao preparar uma aula, o professor deve refletir no sentido de durante sua aula proporcionar uma aprendizagem que seja realmente significativa para o aluno.

Jornal do Professor – É possível desenvolver a criatividade dos alunos? De que maneira?
Luciane Weber Baia Hees – Sim, é neste contexto que o professor deve criar situações que levem o aluno a propor soluções e ideias para melhorar o aprendizado em sala de aula. Observamos que muitas vezes os métodos utilizados em sala de aula favorecem o educador e sua rotina. Na maioria das vezes são utilizados por uma acomodação. O professor já tem aquela aula pronta, aquela atividade que já usou outras vezes, então por que preparar outra? A resposta é simples – por que os alunos são outros.

Jornal do Professor – Como usar a criatividade na avaliação? É possível?
Luciane Weber Baia Hees – Existem tantas formas de avaliar e muitas vezes nos deparamos apenas com a mais tradicional e digamos que é a mais fácil para o professor corrigir e mensurar. Não sou contra a prova, mas ela tem o seu lugar dentro do processo de ensino/aprendizagem. Defendo veementemente que o professor deve utilizar pelo menos três instrumentos de avaliação diferentes em cada processo. Ele precisa ser criativo na avaliação também para atingir aos diferentes estilos de aprendizagem. Tem aluno que sempre vai ter resultados negativos em provas escritas, ou por que fica nervoso, ou por que não escreve bem, etc. Não vou discutir este aspecto aqui, porque não é esta a pergunta, mas a criatividade na avaliação vai ser uma consequência de uma aula criativa.

Jornal do Professor – Você procura transmitir a seus alunos de Pedagogia a importância de ser um professor criativo? Como isso ocorre?
Luciane Weber Baia Hees – Além de inserir em meus conteúdos nas aulas de prática de ensino discussões sobre a sala de aula criativa, busco também aplicar, em minhas próprias aulas, aspectos de uma aula criativa como: relacionar o conteúdo às experiências dos meus alunos, alterar o formato das carteiras dos alunos antes deles chegarem para as aulas, começar a aula com situações reais vividas pelos próprios alunos buscando envolvê-los em todo o processo, ensinar objetivando uma mudança de postura real por parte do aluno frente aquele conhecimento, ensinar de uma forma agradável, feliz, fazer com que meu aluno de graduação, mesmo sendo adulto se sinta valorizado no contexto social e pessoal também e fazer com ele seja capaz de ensinar os outros. Tudo isto, e muitos outros elementos, só se tornarão reais na prática do professor se ele permitir apaixonar-se pela arte e pelo prazer de ensinar e aprender.

12 thoughts on “O que é ser criativo na sala de aula?

  1. Que material maravilhosa,assim aumentei ainda mais meus conhecimentos,sobre como planejar uma aula criativa.o que poucos sabem

  2. Ótima matéria, tenho buscado isto mas como conseguir ? Os aluno nem olham para o professor e ja falam coisas absurdas. Totalmente desmotivados, vivem alienados pelos celulares e outros equipamentos que possam tirar a atenção. Um grandioso desafio. Mas vamos tentando ser diferente criativo para mudar a garotada e melhor conhecimento a todos.

  3. Conquanto concorde com todos as afirmativas quanto a criatividade e sua busca, noto que o conceito geral e mais midiatico que algo que permeie o dia a dia. Mesmo os professores mais criativos montam suas bases sobre exposicao; as palestras sobre criatividade sao apenas exposicao sobre criatividade. Vejo mais falacias que resultados, sobretudo de pessoas que nao conhecem todos os aspectos de sala de aula. Teoricos pululam!!

    Jesse

  4. “Mudar é preciso…sempre! Cada educador necessita transformar-se em agente de mudança, efetivando lideranças positivas. Antes de começar essa nova empreitada, é preciso saber que, se não há nada de especial em nosso trabalho, não importa o quanto seja aplicado, pois nem mesmo seremos notados.”

  5. Dois tipos de professores ficam gravados na memória do aluno, 1° quando ele é péssimo ,o aluno nunca conseguiu aprender nada com ele, devido a sua falta de interesse , e o outro , 2° quando é um excelente professor que faz de tudo para que seus alunos absorvam os conteúdos de maneira agradável (de fácil compreensão) .Para nunca sermos esquecidos ou lembrados negativamente , devemos buscar sempre,independentemente das condições, o melhor a se fazer!
    Deitar com nossa consciência tranquila sabendo que eu fiz , ou tentei fazer o Melhor !

  6. Amei esta reportagem, pois estou construindo o meu TCC, em cima desta abordagem. Pois vejo que falta muitos professores criativos. Então resolvi pesquisar o porque que o professor não desenvolve a sua potencialidade criativa em sala de aula.

    1. Ainda de férias e nesse momento estou pesquisando sobre as disciplinas que leciono.Sempre me desfaço dos cadernos anteriores.Gosto de partir do zero quando o ano letivo inicia.Leciono para o curso normal médio,para futuros professores as disciplinas:Psicologia da Educação;EJA, (Educação de Jovens e Adultos);Educação Infantil e Psicomotricidade. Amo tudo que faço,mas escuto muito essa frase: “As aulas tem que ser interessantes”.Moro no interior do Est. Rio de Janeiro.O perfil dos alunos com raras excessões é de jovens desmotivados,escrevem mal,não sabem interpretar,desinteressados,desmotivados,ligados nas redes sociais e sem sonhos.O grande problema que enfrento é levá-los a ter sonhos,estimulá-los a pensar,desejar etc…muito difícil visto que é uma escola estadual com tantos conflitos que vivemos de toda ordem.Uma agravante que acho é que é dado todos os privilégios ao alunado ao ponto de não desejarem se esforçar,porque de uma forma ou de outra terão “direitos” o que torna difícil a tarefa do professor.Não me privo, vou à luta enfrento as dificuldades e às vezes consigo sucesso.Muita cobrança sem acréscimo de recursos.Eu compro papel levo textos,todo material que preciso para trabalhar se é que quero tenho que comprar.Se vou para a sala de informática não tem tinta no computador não tem internet.Se vamos criar tenho que levar material da minha casa ou comprar.Tento desesperadamente ser criativa e dar aulas interessante.Sou professora desde 1973,aposentada em uma matrícula e fiz outro concurso porque não conseguia me imaginar sem contato com alunos.Gosto de desafios,mas hoje os desafios são diferentes;uma parte considerável dos alunos vão a escola,mas não há desejo,falo da maioria.Tenho desafios todos os dias e fico desesperada nos sites procurando ajuda.

  7. Muito bom, sou fã de professores criativos, nos faz refletir na vida, e abrem as portas para uma nova perspectiva, um dia serei um destes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.