(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Os desafios de educar jovens da geração 3.0

seja o primeiro a comentar
08nov

Os ambientes de aprendizagem e a utilização de redes sociais estão ganhando espaço na escola, mas a inovação não deve parar por aí: “o que vai revolucionar a forma como educamos é a tecnologia celular. Como vamos transformá-la em amiga da escola?”, questiona Joe Garcia, doutor em educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, um dos conferencistas do Fórum SM de Educação, realizado no mês passado, em São Paulo. O evento teve o objetivo de discutir os desafios da educação de jovens da geração 3.0 – ou seja, aqueles que já nasceram conectados com as redes sociais, ferramentas de relacionamento online, além de compartilhamento de arquivos e dispositivos móveis.

“A construção da autoridade passa pela competência profissional do educador, por sua relação com o aluno em sala de aula e pelo compartilhamento de uma visão de mundo”, destaca o professor, que falou sobre o desafio da indisciplina. Atuante na formação de professores das redes pública e privada, Garcia destacou a importância da reinvenção do conceito de autoridade para contornar a indisciplina nas salas de aula e refletiu sobre o termo desde sua origem, em Roma, até sua contestação na literatura acadêmica atual. O professor afirma que falta, entre alunos e professores, uma perspectiva comum de futuro.

Embora a utilização de novas ferramentas tecnológicas no ambiente escolar tenha sido assunto recorrente no debate, o professor César Nunes, também presente ao Fórum, destacou que “o foco não é a tecnologia, é saber o que eu quero que o meu aluno aprenda”.

Para Nunes, doutor em Física Teórica pela Universidade Técnica de Munique, é importante que o projeto pedagógico escolar seja revisto e esteja de acordo com as necessidades dos jovens do século XXI. A tecnologia, nesse contexto, deve servir aos propósitos educacionais. “Oferecer aos estudantes um modelo de educação com objetivos claros e métodos de avaliação adequados é o primeiro passo, antes de se pensar na adoção ou não de ferramentas tecnológicas”.

Confira as apresentações dos professores:
Professor Garcia
Professor Nunes

Fonte – Site Edições SM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *