(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Plano Nacional de Cultura

seja o primeiro a comentar
21jul

Embora tenham sido aprovadas em dezembro do ano passado, as 53 metas do Plano Nacional de Cultural, elaboradas pelo Ministério da Cultura (MinC), foram condensadas, em junho, numa publicação. O objetivo do trabalho é “traduzir as metas para a sociedade brasileira de uma forma didática e acessível, visando facilitar a compreensão por parte dos cidadãos do país, produtores culturais, gestores públicos, parlamentares e todos que se interessarem pelo tema”.

Foram impressos 20 mil exemplares que serão distribuídos a vários órgãos, como secretarias de Cultura de todo o país e demais instituições envolvidas na construção dos planos municipais de cultura. A publicação também está disponível em formato digital. Clique aqui e acesse o documento.

Das 53 metas, quatro estão ligadas diretamente à escola. São elas: Meta 12 – 100% das escolas públicas de Educação básica com a disciplina de Arte no currículo escolar regular com ênfase em cultura brasileira, linguagens artísticas e patrimônio cultural; Meta 13 – 20 mil professores de Arte de escolas públicas com formação continuada; Meta 14 – 100 mil escolas públicas de Educação Básica desenvolvendo permanentemente atividades de arte e cultura; e Meta 15 – Aumento em 150% de cursos técnicos, habilitados pelo Ministério da Educação (MEC), no campo da arte e cultura com proporcional aumento de vagas. A publicação indica como as metas deverão ser alcançadas.

O Plano se estrutura em três dimensões complementares: a cultura como expressão simbólica; como direito de cidadania; e como campo potencial para o desenvolvimento econômico com sustentabilidade. Essas dimensões, por sua vez, desdobram-se nas metas.

As metas do PNC deverão ser cumpridas até 2020. Mas o alcance depende de trabalhos interministeriais, de recursos federais, de emendas parlamentares que auxiliem a viabilização dos projetos e da apropriação federativa, ou seja, da participação dos estados e municípios, que devem também criar seus planos de cultura. A pergunta é: será que as metas saem, de fato, do papel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *