(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Um mundo melhor começa com você

seja o primeiro a comentar
Publicado em Matérias
30abr


 
Começa com você é o lema da campanha Carta da Terra, uma extensão brasileira do movimento internacional The Earth Charter, lançado no dia 22 de abril, Dia Mundial da Terra. Ao remeter ao pensamento de Gandhi de que a mudança que queremos ver no mundo começa por cada indivíduo, a proposta pretende fomentar entre as pessoas o conceito de Cidadania Terra, no qual os interesses pelo bem comum do planeta estão acima dos individuais.

O vídeo da campanha conta com a participação de 120 crianças da Casa do Zezinho, organização social parceira da Fundação Abrinq e da ONGS Save the Children, que visa promover a cultura e educação entre crianças da comunidade do Parque Santo Antônio, na cidade de São Paulo.

O filme tem 60 segundos, com versões em inglês, espanhol e português. Apresenta 120 crianças da Casa do Zezinho com uma folha em branco nas mãos onde é projetada uma animação que retrata um planeta Terra sustentável, justo e pacífico.

A campanha será veiculada mundialmente em espaços doados pelas principais emissoras internacionais de televisão por assinatura e pela rede aberta local. Também conta com anúncios doados por  revistas e jornais, spot de rádio e banners para a internet.

Carta da Terra

A Carta da Terra é uma declaração de princípios éticos fundamentais para a construção, no século XXI, de uma sociedade global justa, sustentável e pacífica. Busca inspirar todos os povos a um novo sentido de interdependência global e responsabilidade compartilhada voltado para o bem-estar de toda a família humana, da grande comunidade da vida e das futuras gerações. É uma visão de esperança e um chamado à ação.

O projeto reconhece que os objetivos de proteção ecológica, erradicação da pobreza, desenvolvimento econômico equitativo, respeito aos direitos humanos, democracia e paz são interdependentes e indivisíveis. Consequentemente oferece um novo marco, inclusivo e integralmente ético para guiar a transição para um futuro sustentável.

Em 1987 a Comissão das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, através do documento “Nosso Futuro Comum”, recomendou a redação de uma nova carta sobre o desenvolvimento sustentável com o objetivo de ajudar a construir no século XXI uma sociedade global justa, sustentável e pacífica. Em 1992, em evento paralelo da Cúpula da Terra – Eco-92 – realizada no Rio de Janeiro, foi elaborada a primeira versão da Carta.

Após oito anos, em um processo participativo envolvendo todos os continentes e com a contribuição de milhares de pessoas de todas as raças, credos, idades e profissões, incluindo especialistas em ciências, filosofia, ética, religiões e leis internacionais, a versão final foi lançada no Palácio da Paz em Haia em 29/06/2000. Em 2003 a Unesco reconheceu a Carta da Terra como um instrumento chave para a educação e cultura, e a considerou como um importante marco ético para a humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.