(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Unesco debate a integração das tecnologias com a educação

seja o primeiro a comentar
Publicado em Matérias
08maio

As Tecnologias da Comunicação e Informação como parte do processo de aprofundamento nas mudanças da sociedade e seus impactos educacionais foram debatidos na Conferência Internacional “O Impacto das TICs na Educação”, que aconteceu nos dias 27 e 28 de abril, em Brasília, promovida pela representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil.

Durante o evento, autoridades e especialistas avaliaram o enfoque e as práticas dos usos das TICs e seus impactos na qualidade da educação na América Latina e no Caribe. Outro foco foi o uso das TICs como prática na profissão dos educadores, bem como a formação continuada dos docentes nesta área.

Os especialistas analisaram, entre outras questões, medidas de acesso, ferramentas, práticas institucionais, métodos para formação de professores e de avaliação de impactos das TICs. Uma das conclusões foi de que os investimentos em tecnologia voltados para projetos educacionais estão aumentando nos países da América Latina e do Caribe. Mas há poucas pesquisas que auxiliam na identificação de “histórias de sucesso” para gerar conhecimento e modelos que possam mobilizar agendas políticas derivadas dessas medidas. Assim, os resultados discutidos não consideraram, de forma específica, a intensidade do impacto e potencial das TICs nos processos de educação e aprendizagem.

Na cerimônia de abertura, o representante da Unesco no Brasil, Vincent Defourny, disse que a integração das tecnologias com a educação é imprescindível para uma sociedade do conhecimento. “A tecnologia não só vai trazer ganhos para a qualidade da educação, mas um ganho em termos sociais. Não podemos mais pensar a educação do século XXI sem pensar numa escola conectada”, disse.
Defourny lembrou, entretanto, que esta é uma sociedade da informação que queremos transformar em sociedade do conhecimento.

“Há uma avalanche de informação por causa da tecnologia, e é preciso reconhecer as necessidades, avaliando sua qualidade e fazendo uso efetivo e ético dela. A sociedade da informação tem como característica o uso sobre os meios, mas o importante é o que as pessoas fazem com as informações. É preciso transformá-la em conhecimento”, ressaltou.

“É preciso fazer um uso efetivo e ético da informação. Devemos transformar o conteúdo que recebemos de forma que contribua com uma cidadania mais efetiva. Outro ponto importante é aplicar a informação para criar e disseminar o conhecimento. O cidadão não pode ser mais um processador de informação, mas um contribuinte. Por isso, a introdução da TIC na educação não pode ser vista como um processo estritamente tecnológico. As dimensões éticas e da sociedade como um todo, as possibilidades e os riscos devem estar na agenda dos indicadores. Através disso, podemos conseguir um marco de competência para os professores no desempenho do uso da tecnologia na educação”, alertou Vincent Defourny.

Conferência

Como parte do diálogo, a organização da conferência criou uma página na internet. Desenvolvido pela ONG Communication Initiative, o site funciona como um espaço aberto para o diálogo e para a troca de experiências no uso das TICs nos processos educativos. Com esta ferramenta, os internautas estão contribuindo para o debate por meio de fóruns de discussões em três idiomas: inglês, português e espanhol. Para acessar as informações e interagir nos fóruns é necessário cadastrar-se previamente no site http://groups.comminit.com/ict4education/pt-br/.

Fonte – Revista TIC Educação

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *