(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Você viu essa?

seja o primeiro a comentar
11mar

Dos quadrinhos para a cidade de Taubaté, em São Paulo. André Luiz Pinheiro, militar aposentado que se veste de Batman em festas infantis, foi convidado a atuar em conjunto com a polícia no combate aos crimes de homicídio e tráfico de drogas. O “Batman de Taubaté” de 50 anos é fã de quadrinhos e possui cerca de 200 fantasias de super-heróis.

De acordo com o jornal O Vale, da cidade de Taubaté, o Batman fará parte do Movimento pela Paz, iniciativa promovida por organizações civis e apoiada pela Polícia Militar. Sua primeira aparição pública será ao lado das autoridades policiais no próximo dia 17 de março, numa ação da Unidade Avançada de Polícia Comunitária, no bairro de Esplanada Santa Terezinha, um dos mais violentos de Taubaté.

Em depoimento à repórter Michelle Mendes, do jornal O Vale, alguns moradores exprimiram a ansiedade pela ajuda de Batman. “As crianças não têm espaço de lazer e nem onde brincar. Será uma boa o projeto ter um personagem grandioso como esse. Vai ajudar a resgatar valores que estão perdidos por aqui”, disse a dona de casa Fátima Ferreira. “Percebemos que as famílias estão desestruturadas e será por esse caminho que vamos conseguir resgatar os menores”, afirmou o empresário Fábio Duarte.

Nesta sexta-feira, André Luiz Pinheiro se reuniu com a major Eliane Nikoluk Scachetti – comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar do Interior, em Taubaté -, para acertar os últimos detalhes do trabalho de seu alter ego super-heroico.

“Não vou sair pelas ruas correndo atrás de bandido. Eu não tenho competência nem sou pago para isso, minha função no projeto será outra e que por sinal, é muito legal. A ideia é aproveitar a figura dos super-heróis para resgatar os ideais de valores como respeito ao próximo, à família, aos estudos, leis e direitos nos bairros carentes. Se tudo der certo e o projeto vingar, poderei montar em Taubaté um arsenal de heróis juntando diversos personagens. Já penso em algo como grupos de teatro nos bairros. Decidi participar porque acho que posso colaborar muito com os personagens, se conseguir ajudar uma criança que seja, o meu papel já será realizado”, afirmou o Batman de Taubaté ao jornal local.

Para que o Batman fique por perto, o alto comando da Polícia Militar terá que aprovar a medida.

Fonte – Universo HQ e Jornal O Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *